ação social


"Não posso esperar que algo mude lá fora na vida social se eu mesmo não me puser em movimento. (R.Steiner)"

O Colégio Micael está situado no Jardim Boa Vista, bairro carente em serviços sociais básicos, sem opções de lazer e cultura para a população. Desde a fundação da escola, sempre houve a preocupação de se estabelecer pontes com a comunidade do entorno e de alguma maneira levar a ela os princípios da Antroposofia e da pedagogia Waldorf.

No início da década de 80, um grupo de pais, professores e amigos do Colégio Micael deu início a um trabalho sócio-educativo com as crianças da comunidade, ainda de maneira informal. Era a semente do que viria a ser a Associação Comunitária Micael (ACOMI), que a partir de 2000 foi fundada oficialmente como entidade civil filantrópica sem fins lucrativos.

Hoje a ACOMI caminha com as próprias pernas, fazendo, com muito esforço, captação de recursos no Brasil e no exterior, mas o Colégio Micael continua apoiando seu trabalho de diversas maneiras, inclusive cedendo o espaço da escola para a realização de algumas atividades da associação. Durante as aulas de Projeto Social, disciplina que faz parte da grade curricular do 11° ano, os alunos da escola também costumam desenvolver ações relacionadas à ACOMI.

Atualmente o trabalho da associação está estruturado com base em dois projetos centrais. O projeto Ensinanças atende crianças de 4 a 10 anos em dois estágios: entre 4 e 6 anos elas participam das atividades diárias de uma recreação infantil; dos 6 aos 10 o objetivo é ajudá-las a alcançar a maturidade escolar. 

O projeto Ativar Talentos tem, como o próprio nome diz, a missão de auxiliar crianças e jovens a descobrir seus dons e potenciais. Oferece, por exemplo, aulas de musicalização, futsal, percussão e produção de bijuterias. Para saber mais sobre a ACOMI, clique aqui.